Pesquisar
Close this search box.

População insatisfeita reclama do prefeito de Sousa: “Dois mandatos, várias promessas que só ficaram no discurso”

Compartilhe o Post

O atual prefeito de Sousa, Fábio Tyrone, faz uso de suas redes sociais, e também dos perfis da prefeitura do município, para promover diversas obras de sua gestão, como um recente asfaltamento de ruas do bairro Rachel Gadelha. Mas, a população da cidade está insatisfeita com a atuação do gestor, especialmente os cidadãos que vivem em áreas periféricas.

Os núcleos habitacionais das várzeas de Sousa são um exemplo claro do descontentamento popular. Moradores da região estão demonstrando na internet suas frustações, com destaque para a falta de infraestrutura e o descaso com suas comunidades. Um comentário de um residente do Núcleo 1 resume o sentimento geral: “Núcleo 1 no zero, dois mandatos, várias promessas que só ficaram no discurso mesmo. Vai acabar o mandato e nada”, lamentou.

Um morador do próprio bairro Rachel Gadelha questionou as prioridades da administração municipal. “As ruas que mais precisam vocês não asfaltam aqui no Rachel Gadelha”, disparou. O comentário alimentou as especulações de que as obras promovidas por Tyrone podem estar beneficiando somente as áreas onde ele possui interesses pessoais, como terrenos e imóveis em construção.

Outra questão levantada pelos moradores é a causa animal, que evidenciam a falta de projetos voltados para os animais na cidade, fato que, para eles, é falha significativa na gestão. “Uma cidade que não abraça a causa animal, que tristeza. Isso também é questão de saúde pública”, expressou um internauta.

Essas críticas refletem um sentimento crescente de insatisfação com a administração de Fábio Tyrone, salientando uma disparidade entre a propaganda oficial e a realidade vivida por muitos moradores de Sousa. A cobrança por ações concretas e inclusivas é um chamado à gestão municipal para que olhe com mais atenção e cuidado para todas as áreas da cidade, especialmente as mais carentes.

A prefeitura, até o momento, não emitiu uma resposta oficial às reclamações dos moradores.

Compartilhe o Post

Mais do Nordeste On.